27 de dezembro de 2010

Dunas de Marapé - AL


Outro passeio muito lindo que fizemos em Alagoas foi para Dunas de Marapé, um encontro de rio com o mar.
Localizado no litoral sul do estado, a 60 quilômetros de Maceió, pode-se chegar lá de carro ou com um serviço de receptivo turístico. Leva-se pouco mais de uma hora para chegar lá.


O transporte até Dunas de Marapé foi feito pela empresa Transalagoas. Havíamos recebido um panfleto deles na frente da feirinha de Pajuçara (em Maceió) e fechamos o valor de 35 reais por pessoa, sendo que o valor normal é de 40 reais.


Havia uma guia na van, que foi nos explicando algumas curiosidades de locais por onde passamos perto, como a Praia do Gunga, ou sobre os intermináveis canaviais que desaparecem a perder de vista.


Ao chegarmos em Dunas de Marapé, teríamos de fazer a travessia do rio com um barquinho.


O valor da travessia, que incluía o almoço no único restaurante do outro lado do rio, custava outros 33 reais por pessoa, ou seja, o valor total do passeio foi de 68 reais.


Além do restaurante, que fica rodeado de macaquinhos curiosos e de silenciosas iguanas, há uma barraca de praia, onde todos os turistas se aglomeram, a princípio. Há vários passeios à parte, como de buggy, de quadriciclo e de barco.


Tentamos chorar por um desconto, mas foi difícil extrair algo daquele povo.  O passeio de buggy saiu por 25 reais por cabeça, e tínhamos de fechar quatro passageiros no carro.


A decisão de topar o passeio valeu a pena, pois, a princípio, não havia muito o que ver em Dunas de Marapé (era o que pensávamos...).


Nivaldo, o bugueiro, era um figuraça, que conversou conosco o tempo todo.


Levou-nos até o topo das falésias, de onde se tem uma vista estupenda da praia, por fim fomos até as falésias e nos mostrou como são feitas as tintas de várias cores com as areias coloridas.


O almoço estava mais gostoso do que imaginávamos e, como é buffet livre, você pode encher o bucho até dizer chega. Tinha de tudo, carne, peixe, camarão, frango, e por aí vai.


Mas o melhor de Dunas de Marapé ainda estava por vir. Quando a maré começou a baixar, surgiu no meio do rio um enorme banco de areia. Passamos a tarde toda deitados na água rasinha e quente do rio. Só saímos de lá quase na hora do último barco para partir, mas a maré estava tão baixa que quase dava para atravessar o rio à pé.


Se você estiver em Maceió, com certeza vale a pena dedicar um dia para conhecer Dunas de Marapé, é um cantinho do paraíso na Terra. No final das contas, não sai muito barato, mas isto é o Nordeste.

***
Dunas de Marapé - AL/Dunes of Marapé - Alagoas State



An amazing tour we did in Alagoas was to Dunas de Marapé (Dunes fo Marapé), where a river flows into the ocean.
Around 40 miles south from the city of Maceió, you can get there by car or by a tour service. It takes around an hour from Maceió to Dunas de Marapé.


We hired the transfer from a company called Transalagoas. They were handling some fliers in front of Pajuçara artcraft fair (in Maceió) and we receive a small discount, the regular price was 40 reais (around 20 dollars), but we paid 35 reais (around 17 dollars).


There was a tour guide in the van with us, explaining some particularities about the places we passed by, such Praia do Gunga, or about the endless sugarcane fields.


When we arrived at Dunas de Marapé, we had to take a boat to cross the river.


We had to pay another 33 reais (around 16 bucks) to cross the river, and this ticket included lunch in the only restaurant operating at the other margin, so the total price of this tour, including transportation and lunch was 68 reais (34 dollars).


This area has a very diverse wildlife, and you'll probably see little monkeys and iguanas. There's also a beach kioske, where most of the tourists gather as soon as they arrive there. For an extra charge, you can explore the dunes by buggy, ATV or take a boat. 


We tried to bargain, but there was no deal. We've paid 25 reais (17 dollars) for each person for a buggy ride.


Taking a buggy was a lot of fun, specially because at first we thought that there wasn't much to see in Dunas de Marapé.


Our driver, Nivaldo, was a real character, chatting with us the whole time. A very nice guy!


He took us to the top of the falésias (seashore cliffs), from where you can have a breathtaking view of the ocean, and latter on Nivaldo showed us how the locals extract different color pigments from the sands.


The lunch was much better than we expected, and it's all-you-can-eat. There was a good variety of dishes, meat, fish, shrimp, chicken, and so on.


But the better of Dunas de Marapé was yet to come. During the low tides, a sandbank rises in the middle of the river. We spent the whole afternoon enjoying the warm shallow waters. We just left right on time to get one of the last boats back, but the tide was so low that we almost could walk across the river.


If you're spending some time in Maceió, you must take a day to visit Dunas de Marapé, that's a taste of Paradise on Earth. In the end, it's not that cheap, but that how things are in Northeast Brazil.


Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.


Um comentário via BLOGGER
comente também
  1. concordo plenamente. um paraiso na terra. a comida e fantastica. nunca comi camarao igual. dica - nao fique parada na barraca da praia. ande de buggy. nao deixe de tomar banho de rio. e se a mare estiver baixa, melhor ainda.

    ResponderExcluir



Guias Nova York .PDF





Mundi - Compare Preos de Passagens Areas e Hoteis

Pesquise Preos