15 de dezembro de 2014

Alimentação Barata no Aeroporto de Guarulhos (Vídeo)


Comer em aeroportos quase sempre custa os olhos da cara. No entanto, conhecemos um lugarzinho escondido no aeroporto de Guarulhos, com lanches e refeições e preços camaradíssimos.
Assista e descubra!



Além de lanches e salgados deliciosos, neste local há também refeições com preços na faixa dos 17 reais.

É lógico que o interesse é que você não saiba desta opção mais econômica, pois assim você é coagido a ter de gastar rios de dinheiro nos demais restaurantes e lanchonetes do terminal.

Se você souber alternativas baratas no aeroporto de sua cidade, conte-nos aqui no comentário.

E lembre-se de dar o joinha em nosso vídeo, deixar o seu comentário, suas dúvidas e tornar-se nosso assinante.

Clique aqui para assinar o nosso canal no youtube.

Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.

8 de dezembro de 2014

Passo a passo para planejar sua viagem a Nova York


Parabéns, você está prestes a realizar seu grande sonho de conhecer Nova York!
Poucas cidades do mundo são tão fascinantes, vibrantes e cosmopolitas. Por suas ruas, você fará uma viagem por várias culturas, por diferentes períodos da História dos EUA, por muita riqueza e opulência, por barganhas incríveis e o que há de melhor no planeta.
Talvez até se depare com algum artista de cinema ou estrela da música pop, ou alguma gravação do próximo filme de sucesso.
Pois tudo é possível em Nova York.

No entanto, se esta for sua primeira vez, imagino que você ainda deve estar cheio de dúvidas sobre como se preparar para isto, o que conhecer, onde comprar, o que comer ou como se virar na cidade.

O primeiro passo é comprar seu exemplar do guia digital Nova York para Mãos de Vaca, com as maiores barbadas da cidade e com o que há de mais relevante (de graça, ou muito barato) para se ver.

Qual é a melhor época para ir a Nova York?


O clima na cidade pode influenciar muito seus passeios. Na minha opinião, as melhores épocas são na primavera ou no outono, com climas mais amenos, com paisagens inesquecíveis, sem tantos turistas tomando conta das lojas e restaurantes.
O verão é quente pra burro, às vezes no limite do insuportável. Por outro lado, há uma porção de eventos gratuitos para aqueles que tiverem um estilo de viagem mais relaxado, que curte se sentar num parque num fim de tarde para ouvir uma orquestra.
Já o inverno é aquele frio de trincar os dentes, frequentemente com temperaturas abaixo de zero, com nevascas capazes cobrir carros e calçadas, mas, para quem sonha ver a neve e a decoração de Natal nova-iorquina, não existe época mais mágica. Todavia, é também o período mais caótico. Tente comprar qualquer coisa na Macy's ou nas lojas da Times Square nos dias antes do Natal para ver...

Lembre-se sempre: o clima pode afetar muito seus passeios.


Solicite seu visto para os EUA

Vira e mexe surge o debate se cai ou não cai o visto para brasileiros entrarem nos EUA. Enquanto isto não ocorre (se é que vai ocorrer), é preciso preparar toda a papelada para apresentar no consulado americano.
Jamais deixe para última hora os trâmites para a obtenção de visto. O Brasil costumava ser um dos países com um dos prazos médios mais longos para a emissão de vistos americanos.
No entanto, de olho nos turistas brasileiros que gastam uma grana nos States, os consulados aceleraram os processos e hoje é tudo muito mais rápido.
Mesmo assim, o recomendável é que você inicie os trâmites por volta de uns três meses antes de sua viagem, só pra garantir.


Comprando as passagens

Atualmente, há porções de promoções de passagens aéreas para os EUA. Se você for antenado, basta ficar de olho nas promoções e ser rápido no gatilho.
O melhor site para acompanhar estes descontos relâmpagos é o Melhores Destinos (www.melhoresdestinos.com.br), mas tem de ficar em cima, conferindo sempre as novidades para não dar bobeira.
Se você preferir ir com tudo arranjado, veja quais são os pacotes disponíveis, mas saiba que quase sempre se pagará mais assim.

Escolhendo a hospedagem

As possibilidades de hospedagem em Nova York são imensas, desde hotéis luxuosíssimos, como The Plaza ou Waldorf Astoria, até as espelucas mais pulguentas.
Além disto, escolher uma área legal para se hospedagem também é fundamental. Arranjar um lugarzinho para dormir na casa do chapéu pode ser muito mais barato, mas será que será mais cômodo e seguro para quem quer explorar Manhattan?


Preparando os roteiros de passeios


Não adianta nada chegar em uma cidade desconhecida e não ter a mínima ideia do que há de interessante para se fazer.
Nova York tem alguns dos melhores museus e teatros do mundo. O Central Park é um mundo à parte. Seus bairros são extremamente únicos e inesquecíveis. Seus arranha-céus são famosos mundialmente.

Antes de tudo, compre um exemplar do livro digital Nova York, Bairro a Bairro, com 19 propostas de roteiros por todas as áreas de interesse turístico de Manhattan. É a garantir que você não perderá nenhum passeio relevante.

Depois, caminhe muito, explore, perca-se pelas ruas da cidade. É muito fácil caminhar por Manhattan e não há nada mais agradável que passear por suas largas avenidas, só de bobeira, descobrindo seus segredos.

Não seja muito histérico em tentar socar todas as atrações em poucos dias. Há muito para se fazer, então, numa primeira viagem de poucos dias, concentre-se no que é mais relevante, ou naquilo que o interessa mais.


Fazendo compras

Nova York é a perdição dos consumistas. Tem de tudo, com todos os preços, para todos os públicos. Quer roupas de marca? Tênis bonitos? Ternos de qualidade? Jogos de videogame? Livros ou gibis raros? Artigos esportivos?
Há tudo isto e muito mais. Há uma loja para cada perfil, para cada hobby, para cada extravagância.
Muita gente leva uma mala vazia somente para as compras, outros preferem comprar a mala diretamente em Nova York.
Se você não tomar cuidado, vai estourar o cartão de crédito num piscar de olhos.


Deslocando-se por Manhattan


Se você for mão de vaca de carteirinha, usará o metrô ou o ônibus.
Se já for um pouco mais mão aberta, possivelmente recorrerá aos táxis.
Agora, se for um ricaço que quer se exibir, vá logo de limosine, e fim de papo!

Comendo bem


Comer bem tem seu preço.
Optar por restaurantes de chefs de renome fará um baita rombo em seu bolso.
A estratégia básica para encher o bucho sem gastar muito é recorrendo a fast-food, aos food trucks (caminhões de rua que servem refeições), delis, restaurantes latinos e chineses.
Se quiser se dar um luxo ocasional, há também boas opções de restaurantes com porções grandes e preços razoáveis.
O Zagat é leitura obrigatória.

Voltando pra casa

Este é o momento mais triste, quando você precisa partir desta cidade apaixonante, onde tudo está acontecendo, e retornar para o sofá de sua casa, para curtir as tarde domingo diante da TV.

É nestas horas que começa o planejamento para uma segunda viagem a Nova York, pois ninguém se contenta em ir uma única vez.
Manhattan é viciante, ela entra em suas veias e em sua mente. É uma experiência que você nunca se esquecerá.

Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.

2 de dezembro de 2014

Canal dos Mãos de Vaca no Youtube. Assine!


Você já conhece o Canal dos Mãos de Vaca no Youtube?

Em nosso canal, estamos publicando vídeos com:

- as nossa viagens,
- dicas para economizar em vários destinos do mundo,
- curiosidades sobre a vida no exterior,
- cenas de nossa vida cotidiana;
- informações para quem gostaria de morar fora do Brasil;
- e até dicas de fotografia.

Assine agora e fique sempre atualizado quando lançarmos conteúdos novos.

Confira um pouco do nosso conteúdo mais popular
Top 10 Nova York


Quais as vantagens da vida nômade?

O fundamental para quem quer sair do Brasil


Como evitar o furto de sua bagagem


Golpe em Londres


E lembre-se de dar o joinha, deixar o seu comentário e suas dúvidas.

Clique aqui para assinar o nosso canal no youtube.

Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.

30 de novembro de 2014

Airbnb, preço justo para se hospedar ao redor do mundo



As três opções mais habituais de hospedagem para quem viaja são: hotéis, albergues ou aluguel de temporada.
Se você for mais alternativo, talvez arrisque o Couchsurfing ou algum outro site de hospitalidade, e sempre vale contar também com a recepção de amigos e dormir num colchãozinho na sala.

No entanto, o site Airbnb (https://pt.airbnb.com/) está revolucionando isto, ao apresentar hospedagem de qualidade a preço justo.

Como assim?

O Airbnb funciona num esquema de aluguel de temporada, ou seja, você pode alugar um apartamento de alguém que esteja viajando, que tenha um imóvel para alugar, ou ficar no quarto da casa de alguém.

Aluguel de temporada é frequentemente uma grande vantagem, pois você tem privacidade, um ambiente maior do que se ficasse num quarto de hotel, cozinha equipada (assim você pode economizar um pouco em alimentação, ao preparar alguns miojos em casa) e, em alguns casos, mais de um quarto, ou seja, se você estiver num grupo grande, poderá dividir a conta.


Para utilizar o site, você procura a cidade de destino no campo "Para onde você quer ir?", indicando o prazo em que você estará lá e o número de pessoas. O login pode ser feito através do sua conta do Facebook, ou seja, você nem precisará criar nenhuma conta no site.
O site lhe apresentará uma listagem de imóveis disponíveis, desde apartamentos ou casas de luxo, até quartos na casa de pessoas.
Você poderá ler a críticas de pessoas que já se hospedaram lá (muitas vezes, em inglês) e, se você se interessar, fazer a reserva (Reserve já!).
O ideal é sempre contatar os donos do apartamento/quarto antes de fazer a reserva, para confirmar se o imóvel estará vago nos dias que você precisa. Então o dono responderá ao seu contato, informando que a reserva foi "pré-aprovada".
O pagamento é feito via cartão de crédito.

O site é seguro e o valor só é transferido para a conta do proprietário do imóvel 24 horas depois do check-in, ou seja, se por acaso você chegar lá e tiver uma surpresa, você não perderá a grana.

Você poderá encontrar apartamentos ou quartos em inúmeras cidades, como Paris, Buenos Aires, Lima, Madri, e várias outras metrópoles ou cidades menores.
Se você se decidir por ficar no quarto da casa de alguém, talvez seja até uma boa oportunidade para conhecer os costumes locais e praticar um idioma estrangeiro.

Evite fazer as transações por fora do site, mesmo que o dono do imóvel insista, pois assim você perderá a proteção do site Airbnb, para o qual você pagará uma taxinha pela intermediação. Eles dão todo o suporte durante a transação.

Não se esqueça de deixar o seu comentário sobre sua hospedagem quando voltar para casa.

Por fim, se você curtir o serviço, você também poderá anunciar gratuitamente o seu apartamento ou um quarto em sua casa, que talvez o ajude a pagar o aluguel ou até a juntar uma graninha para viajar mais.

Há também um programa para indicar amigos, tanto quanto como hóspedes quanto como anfitriões. Cada vez que alguém que você indicou fizer uma reserva, você ganha uma graninha para utilizar em reservas futuras.
Se você estiver chegando ao Airbnb através do maosdevaca.com, aqui está o link para participar deste programa e ganhar um cupom de 20 euros na sua hospedagem
https://pt.airbnb.com/tell-a-friend?code=dnappi&s=8

Experimentando o Airbnb em Santiago


Utilizamos o site do Airbnb pela primeira para uma hospedagem na cidade de Santiago, no Chile.

A transação foi fácil e o dono do apartamento foi bastante prestativo. Alugamos um apartamento de dois quartos para quatro pessoas, com sala, cozinha, dois banheiros, numa das regiões mais animadas da cidade, a duas quadras da Plaza de Armas. Nossa janela dava de frente para a Iglesia de La Merced e, mais adiante, o Cerro Santa Lucia.

A diária do apartamento foi de 100 dólares para quatro pessoas (cabiam 6 neste apartamento), e isto incluía o uso de academia do prédio, com sauna, porteiro, internet wi-fi e TV a cabo.

A chave do apartamento nos foi entregue na portaria na nossa chegada e a estadia foi bastante tranquila.

A segurança do site e a certeza de que não seríamos passados para trás, um risco constante quando se aluga um apartamento de temporada mesmo com grandes prestadores de serviço do gênero, nos deixou bastante sossegados para aproveitarmos a capital chilena.

Outras experiências com o Airbnb


Desde então, utilizamos o Airbnb várias vezes para nos hospedarmos em algumas cidades diferentes, com experiências ótimas e outras não tão boas assim.

Em Montevideo, selecionamos o apartamento com as melhores críticas, mas nos deparamos com um prédio caindo aos pedaços, num bairro estranho e aparentemente perigoso, sem ar condicionado nem ventilador no verão uruguaio, sendo comidos vivos por pernilongos. Deixamos o apartamento antecipadamente e o Airbnb nos devolveu o dinheiro como crédito para uma hospedagem futura.

Voltamos a usar o Airbnb para nos hospedarmos em Roma, na casa da Giuliana, uma italiana bastante simpática e que nos recebeu muito bem. Apesar de ser um quarto da casa dela, é um local bastante confortável e com privacidade, com café da manhã incluso e banheiro próprio, além de um belo quintal para uso dos hóspedes.
O único ponto negativo é que fica um pouco distante do centro, apesar de não ter segredo nenhum para chegar de ônibus até lá.
Retornamos seis meses depois para ficarmos novamente com a Giuliana e recomendamos a qualquer um que deseje um quarto bom, econômico e muito confortável em Roma.

Em Madri, ficamos num quarto acolhedor do casal Almu e Santi, no bairro de Entrevias, a duas paradas de trem do centro da cidade. Precisávamos de um local que aceitasse cachorro e eles nos receberam de braços abertos, incluindo Gizmo, o boxer enorme e brincalhão deles.
Batemos altos papos e nos sentimos como se estivéssemos na casa de amigos.
Em outra oportunidade, ficamos num sobrado em Perales del Rio, mas que é mal conectado com o centro para quem estiver sem carro.
Já utilizamos o Airbnb também em Mainz e Colônia (Alemanha) e em Barcelona.

O mais legal de termos ficado na casa de locais é que, além de pagarmos menos em hospedagem, ainda recebemos algumas dicas bastante interessantes do que deveríamos conhecer, e também pudemos praticar o idioma.

Site oficial do Airbnb
https://pt.airbnb.com/

Agora, se você é do estilo mais tradicional e não abre mão de ficar num hotel, confira abaixo algumas opções de hospedagem para destinos populares.

Hotéis em Nova York
Hotéis em Buenos Aires
Hotéis em Paris
Hotéis em Londres
Hotéis em Santiago do Chile
Hotéis em Roma
Hotéis em Madri


Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.



guias NY .PDF