13 de janeiro de 2013

Bruges, uma encantadora cidade de contos de fadas


Se me perguntassem hoje qual é a cidade mais linda que já vista nesta vida, eu responderia, sem hesitar: Bruges!

Quando alguém viaja à Europa, o que geralmente se tem em mente são cidades limpas, organizadas, com um povo educado, vários monumentos históricos, sem criminalidade, que o faça sentir-se... na Europa.


Sem dúvida que há várias grandes e famosas cidades europeias que reúnem várias destas qualidades, mas Bruges parece resumir de um modo muito particular este estilo de vida que fascina a tantos.
Mais do que isto até, Bruges nos transporta para um mundo de conto de fadas, com igrejas belíssimas, lagos, pontes e cisnes, e a corriqueira bruma noturna.


Conhecida como "A Veneza do Norte", Bruges está há uma hora de trem de Bruxelas (que nos custou 13,50 euros por trecho) e umas três horas partindo de Paris (é possível encontrar passagens do trem Thalys a partir de 29 euros, apesar de ser muito difícil conseguir estes preços).


A região histórica é pequena e pode ser facilmente percorrida em um ou dois dias. Se você estiver vindo de Bruxelas, é possível pegar um trem bem cedo, passar o dia inteiro em Bruges e retornar a Bruxelas à noite.
Porém, se você estiver partindo de Paris, talvez o melhor seja pernoitar em Bruges e retornar a Paris no dia seguinte, ou prosseguir para outra cidade belga, se este for seu roteiro.

Atrações Turísticas


Grote Markt
A praça principal é o centro social de qualquer cidadezinha europeia.
A maior atração da Grote Markt de Bruges é o Belfort, uma torre medieval que é o símbolo da cidade, com seus sinos e 366 degraus até o topo. Para subir, custa 8 euros.
http://www.brugge.be/internet/en/musea/bruggemuseum/belfort/index.htm

Basílica do Sangue Sagrado (Heilig-Bloedbasiliek)
Na praça Burg, a leste do Grote Markt, há uma capelinha medieval que guarda um recipiente onde supostamente há sangue de Jesus. A entrada é gratuita.

Catedral de São Salvador (Sint-Salvatorskathedraal)

A mais importante igreja da cidade é também um dos poucos edifícios que sobreviveram praticamente intactos às várias destruições e reconstruções de Bruges.


Em comparação a igrejas católicas italianas, quase todas as igrejas belgas são bastante minimalistas, com decoração mais discreta e poucos ícones.
Localizada na Sint-Salvatorskerkhof. Entrada gratuita.

http://sintsalvator.be/tourist/english/

Igreja da Nossa Senhora (Onze-Lieve-Vrouwekerk)

Esta monumental igreja pode ser avistada de vários pontos da cidade, com sua torre imensa erguendo-se no horizonte.


O que atrai uma multidão de turistas para a Igreja de Nossa Senhora é uma escultura de Miguelângelo, a única estátua dele enviada para fora da Itália enquanto ele vivia.
A visitação é gratuita até um ponto da igreja, porém, para ter acesso à escultura é preciso pagar um ingresso de 4 euros. Para uma única estátua conhecida, acho um pouco caro...
Localizado na Mariastraat.

Begijnhof

Este convento é um reduto de paz e tranquilidade - não que Bruges seja uma cidade caótica, ou sequer movimentada. Mesmo assim, vale um passeio por esta região calma e arborizada.


Inclusive, uma das mais belas paisagens de Bruges está no parque que margeia um dos canais. Num dia bonito, o ideal é sentar-se na grama e descansar, principalmente se você estiver acompanhado da pessoa amada.


E não deixe também de admirar os cisnes, que às vezes se estranham e rola o maior pega-pra-capar por ali. Este é o máximo de violência urbana que você verá em Bruges.


Passeio pelos canais

Apesar da alcunha de "Veneza do Norte", Bruges está bem longe de ser como Veneza ou até mesmo como Amsterdã. Há alguns poucos canais, principalmente na região leste do centro histórico e é possível fazer um passeio de barco.
Uma voltinha pelos canais custa aproximadamente 8 euros por pessoas, mais uma gorjeta para o barqueiro.

Os moinhos de Bruges

O setor histórico é todo contornado por um parque, e este é um percurso muito agradável para se fazer num dia de sol.
No setor noroeste do parque, você encontrará alguns dos poucos moinhos de vento que sobreviveram ao tempo. Uma belíssima maneira para encerrar uma viagem a Bruges.

Na verdade, o melhor passeio mesmo é simplesmente caminhar pelas ruelas históricas, cruzando as pontes e contornando os canais de uma das mais lindas cidades do mundo.

Onde comer

Nunca se esqueça que Bruges é uma cidade quase que exclusivamente turística, portanto, os preços não variarão muito de um restaurante para outro. Geralmente, será caro ou muito caro. Espere pagar em torno de 15 euros por pessoa para um prato como o da foto acima, ou uns 10 euros para um combo de batata-frita, frango e regriferante (abaixo).


Agora, se você se arriscar em restaurantes mais sofisticados, o céu é o limite!


Se você estiver com o orçamento curto, o melhor mesmo é passar num supermercado, comprar uma baguete, presunto, queijo e água e fazer um piquenique num banco de praça, vendo os cisnes bicando uns aos outros.

Onde se hospedar

A malha de hotéis de Bruges é enorme, porém, se você estiver buscando um local confortável e econômico, a nossa recomendação é o Etap (atualmente Ibis Budget) perto da estação de trem.


Além da localização estratégica, o preço é camarada: por volta de 60 euros você pode conseguir um quarto de casal com banheiro privativo e internet, mas sem café da manhã.
Mesmo assim, há um mercado bem embaixo do hotel, ou seja, é só fazer umas comprinhas e pronto.

Do hotel até o Grote Markt são uns 20 minutos de caminhada, exatamente o mesmo percurso que você realizará quando desembarcar na estação de trem.

Eu lhe asseguro que você se apaixonará por Bruges e vai querer voltar para lá outras vezes.

Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.


2 comentários via BLOGGER
comente também
  1. Concordo!!! Brugges é parada obrigatória para quem estiver pela Europa central e arredores. É simplesmente inesquecível. Quando estive por lá, fui por acaso, me encantei, voltei ainda na mesma viagem para me certificar de que não era encantamento apenas a primeira vista e não, não era. Brugges é realmente mágica, você se sente como em um filme de época. Linda, limpa, agradável, encantadora. Quem vai não se arrepende. Realmente a cidade mais bonita que eu também já conheci.

    ResponderExcluir
  2. Ficou ótima esta matéria sobre Bruges, realmente deu vontade de conhecer. Parabéns

    ResponderExcluir



guias NY .PDF