12 de julho de 2012

Bélgica para Mãos de Vaca - um dia em Antuérpia, a cidade dos diamantes


Antuérpia é famosa mundialmente por ser a cidade dos diamantes, onde se comercializa mais de 80% dos diamantes brutos do mundo, e boa parte dos lapidados também.

Seu centro histórico é pequeno e pode ser facilmente percorrido à pé em algumas horas. Além disto, Antuérpia possui algumas linhas de metrô, tram e ônibus, ou seja, mesmo se você ficar hospedado numa região mais distante, como foi o nosso caso, é muito fácil de deslocar-se.

O idioma principal é o holandês, o que não facilita nem um pouco a vida do turista brasileiro, apesar de muita gente falar inglês ou francês bem.

O ideal é chegar em Antuérpia pela belíssima estação de trem (Antwerpen Centraal-Station), vindo de alguma outra cidade belga ou holandesa, ou de ônibus, desembarcando na caótica Rooseveltplaats.

Nestes dois casos, você estará pertinho da região histórica e, se você estiver fazendo apenas um desembarque para passar o dia em Antuérpia e seguir para outra cidade mais tarde, basta deixar sua mochila ou mala num armário na estação de trem e aproveitar o passeio sem preocupações.

A estação central de trem (Antwerpen Centraal-Station)


Por si só, a estação de trem de Antuérpia já é uma atração turística, monumental e belíssima.
Ao lado da estação, há um dos mais antigos zoológicos do mundo, que atrai muitas famílias aos finais de semana, mas com o preço da entrada bastante salgado, 22 euros para adultos.


Em seu interior, a Antwerpen Centraal-Station é igualmente impressionante, com riquíssimos detalhes, e algumas boas e baratas opções de alimentação, como de waffles cobertos com chocolate por 2 euros.


É provável que esta seja sua porta de entrada ou de saída de Antuérpia, com trens para muitos destinos na Bélgica ou para a Holanda, além de uma estação de metrô no subsolo.

Fazendo compras em Meir


Saindo da estação central e seguindo pela De Keyserlei, você chegará ao calçadão Meir, a principal rua de compras de Antuérpia, repleta de lojas requintadas, bem como algumas para se barganhar.


Movimentadíssima nos dias de semana, Meir é uma região cheia de vida e, ao longo de suas várias quadras, você poderá encher as sacolas e torrar todo o limite do cartão de crédito.


Algumas das lojas que você encontrará em Meir são Forever 21, Footlocker, C&A, Zara, Mango, Triumph, Puma, Aerosoles, Diesel, Fossil, Hugo Boss, L'Occitane, Nike, entre incontáveis outras, ou seja, há opção de compras tanto para os abonados quanto para os mais durangos.

E prosseguindo um pouco mais pela Eierburg, há um pequeno shopping center com um grande mercado Carrefour no subsolo. Esta é a salvação da pátria para quem deseja economizar com comida, pois basta comprar uma baguete, ou um croissant, um pacotinho de queijo e presunto, e fazer a festa.
E não se esqueça de comprar uma caixa de chocolates belga, sempre extraordinários!

Catedral de Antuérpia (Kathedraal van Antwerpen)


Seguindo adiante por esta mesma rua, você avistará à magnífica Catedral de Antuérpia, construída no século XII e reunindo vários estilos arquitetônicos de épocas diferentes, ela pode ser visitada gratuitamente até uma pequena seção.
No entanto, se você quiser ver as obras de arte no interior dela, o preço por pessoa é de 5 euros.

http://www.dekathedraal.be/

A ruela de Vlaeykensgang


Nas quadras ao sul da Catedral, contornando a Oude Kornmarkt, a Hougstraat e a Pelgrimsstraat, há a viela de Vlaeykensgang (como é que se pronuncia esta desgraça, eu não tenho ideia! Isto porque tive de perguntar para um senhor onde é que ela ficava...).


Esta é uma espécie de rua secreta, que passa pelo meio da quadra. É bastante pitoresca e charmosa, apesar de não ter muito o que se ver.

Grote Markt, a praça central


O Grote Markt, ou a praça principal das cidades belgas, é o coração social, onde fica a prefeitura e vários restaurantes e lojinhas turísticas.


Apesar de ser uma parada obrigatória para qualquer turista, é também onde se concentra a maior parte das armadilhas, com restaurantes mais caros e com refeições que não impressionam muito.

Deste ponto, partem as ruazinhas que seguem para vários setores do centro histórico.

Igreja de Carolus Borromeus


Seguindo para leste pela Kaasruis, você chegará à discreta igreja de Carolus Borromeus.


Mesmo que por fora ela não chame muito atenção, por dentro é linda e com um painel pintado pelo estúdio de Ruben. O melhor é que a entrada é gratuita.

A Rocha (Het Steen)


Faça o contorno para oeste pela Woolstrat e continue até chegar às margens do rio Scheldt. De longe, você poderá ver o Het Steen, ou A Rocha, que é um castelinho medieval muito bem preservado, com entrada franca.


Não há muito o que se ver no interior, mas mesmo assim é uma atração muito bonita, que merece uma passada.


Dali há também um acesso a uma passarela com uma incrível vista do rio, onde você pode sentar-se para descansar um pouco e observar a paisagem.

Igreja de São Paulo (Sint-Pauluskerk)


Por fim, mais ao norte, na Nosestraat, há a Igreja de São Paulo, mas fique atento para o horário de abertura das igrejas, pois quando passamos por esta, ela só abriria duas horas mais tarde, por isto não ficamos para entrar e visitá-la, mas prometia ser bonita também.

Deste ponto, você pode retornar ao Grote Markt, ou prosseguir diretamente para a estação de trem.

Um roteiro como este pode tomar tranquilamente um dia inteiro, principalmente se você for parar para almoçar, ver as lojas, descansar um pouco e visitar os monumentos.

Por fim, apesar da reputação de ser "a cidade dos diamantes", não se recomenda comprá-los em Antuérpia, pois há muitos comerciantes de diamantes que arrancarão o couro de um turista, se tiverem a oportunidade.


Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.


5 comentários via BLOGGER
comente também
  1. Ahh tudo tão lindo, me deu muita vontade de viajar!

    http://momentodecuidar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, perfeito eu ter acabado aqui nesse post, tava planejando uma viagem pra la mesmo!! Moro na holanda e queria fazer algo diferente num fds.. :) nao sabia que tinha forever21 la

    ResponderExcluir
  3. Antuérpia é uma cidade maravilhosa e todo bom caçador de boas comidas e bebidas deveria visitá-la!

    Dizem que recordar é viver, deve ser por isto que gostei tanto do seu post, me senti outra vez na cidade e foi com muito gosto que linkei este blog no meu guia sobre Antuérpia.

    Bjos
    Karine
    www.mundoemsabores.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa... vocês me deram muitas dicas ótimas para a minha viagem à NY em 2008 e agora novamente os encontro pesquisando sobre a Antuérpia. Gosto muito do jeito que vocês escrevem! Vou indicá-los no Devaneios quando eu for escrever sobre a Antuérpia.
    Obrigada pelas informações! Abs.

    ResponderExcluir



guias NY .PDF