4 de dezembro de 2011

Paris para Mãos de Vaca - informações básicas

Torre Eiffel, Paris

Se você for passar suas próximas férias em Paris, é sempre importante ter uma noção básica do que você encontrará.
Paris é um dos maiores destinos turísticos do planeta e, nos períodos de alta temporada, recebe pessoas de todas as nacionalidades, que invadem as principais atrações da cidade, os hotéis, os restaurantes e os cafés.

Chegando a Paris

Você provavelmente desembarcará num dos dois principais aeroportos da cidade, Charles De Gaulle ou Orly.

Desde o aeroporto Charles De Gaulle, você pode pegar um trem para algumas estações partindo dos terminais T3 e T2. O bilhete custa 9,10 euros e as máquinas para comprar as passagens do trem só aceitam moedas. Se você for pagar em notas, terá de encarar os guichês e comprar diretamente com os atendentes. Você precisa usar o bilhete tanto para embarcar no trem, ou seja, passar na catraca e guardá-lo, quanto para sair. Caso algum fiscal lhe peça, você deve mostrar seu bilhete, ou pagar uma multa.
O tempo médio da viagem do aeroporto até Paris é de uns 40 minutos.

Desde o aeroporto de Orly, a maneira mais rápida para chegar a Paris é com o Orlyval, um trenzinho que conecta os terminais do aeroporto e que lhe permitirá fazer conexão com o trem RER B a partir da estação Antony, que o levará para a região central da cidade. A passagem custa 9,85 euros, já incluindo o transfer para o RER.
O tempo de viagem é de uma meia hora.

Agora, se você cair na desgraça de chegar ou partir pelo aeroportinho de Beauvais (isto porque você já deve ter tido ou terá um voo do inferno pela Ryanair!), você terá de pegar um ônibus e viajar por quase uma hora até a cidade.
O ônibus chega e parte de Porte Maillot, de um estacionamento que não é muito fácil de encontrar se você não conhecer a área, o negócio é sair perguntando para as pessoas de onde sai o ônibus, que uma hora você encontra.
A passagem do ônibus custa 15 euros por pessoa e a viagem pode demorar mais de 1 hora dependendo do trânsito de Paris.


Comunicando-se em Paris

Se você não for fluente em francês, a comunicação pode ser complicada.
Não são muitos os moradores que falam inglês, e os que falam nem sempre estão dispostos a ajudar. Incrivelmente, nem mesmo os funcionários de alguns quiosques de informação turística falam inglês!

Ou seja, estude um pouco algumas frases básicas antes de embarcar, principalmente sobre como pedir informação, pois você precisará. Em nossa experiência por Paris, os imigrantes africanos foram os que se mostraram os mais dispostos a dar informações, mas, em dúvida, procure um policial e peça informações (em francês!).

Apontar no mapa e usar a linguagem de sinais é (quase) universal e também pode ajudá-lo a se virar. Não menospreze o poder do gestual.

Escolhendo onde se hospedar

Jardin des Tulleries, Paris


Paris é dividida em 20 distritos adminstrativos conhecidos como arrondissements.
Estes distritos são numerados e começam no Louvre, que é o primeiro arrondissement, e prossegue em espiral pelas demais regiões da cidade.

Algumas das áreas favoritas dos turistas para se hospedar são: Opéra (IXe arrondissement), Élysée (8e arrondissement), Panthéon (5e arrondissement, onde fica o Quartier Latin) e Palais-Bourbon (7e arrondissement).

É óbvio que quanto mais próximo do centro você ficar, e assim mais perto também das principais atrações turísticas, mais caro você pagará por sua hospedagem. Por outro lado, quanto mais distante você ficar, mais tempo gastará se deslocando, além de acabar ficando em regiões menos seguras ou menos interessantes.

Cuidado com os golpes

Paris é famosa também pelos inúmeros golpes praticado contra turistas.
Desde ciganas, a mesas de jogos, a surdas-mudas pedindo dinheiro para uma instituições de caridade, de anéis caídos no chão até batedores de carteiras.

Fique muito atento para os grupos de africanos na subida da Catedral de Montmartre, assim como os imigrantes do leste-europeu que fazem golpes no caminho entre a Tulleries para Champs Élysées. Outro ponto de concentração destes malandros é a Torre Eiffel.

Na verdade, em qualquer região turística de Paris você tem de ficar de olho aberto para os golpistas.
Se algum se aproximar, basta se afastar e ignorá-los.

Aproveite o romantismo

O ideal para ir a Paris é sempre ter uma boa companhia contigo, principalmente se for a pessoa amada.

Esta é uma cidade encantadora, com vários parques, bancos e locais para ficar sentado, admirando a paisagem, fazendo um piquenique e beber um vinho.

No verão, escurece tarde, então dá para aproveitar todo o dia na rua.
Já no inverno, a cidade fica toda iluminada e cheia de charme, apesar do clima não ajudar muito.

Se você for mão de vaca, optará por comprar seus lanches em mercados ou nas feiras de rua e sentar-se num parque para comer ao ar livre. No entanto, estiver muito frio, esta não é das melhores opções, então desembolse um pouco mais e se dê o luxo de relaxar num café ou de comer num restaurante.


Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.


5 comentários via BLOGGER
comente também
  1. Paris é liinda, mas tenho uma dúvida sobre NY! Vcs sabem quando são os meses de promoção lá? Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Paris é, realmente, fascinante! A melhor dica que eu recebi de uma amiga sobre a cidade foi a Rue Mouffetard, que fica no bairro estudantil do Quartier Latin. Essa rua é bastante charmosa e nela você vai encontrar milhares de bares e restaurantes com preços super acessiveis. É um ótimo lugar para se provar uma deliciosa comida acompanhada de um bom vinho!

    ResponderExcluir
  3. Estive em Paris pela ultima vez em Julho de 2009 e não tive nenhuma dificuldade em me comunicar em inglês, MASSSSSSS...

    Minhas primeiras frases, antes de falar inglês eram sempre em francês. Frases cordiais como Bom Dia, Com Licença, etc pode te ajudar bastante para conseguir falar em inglês em seguida:

    Bonjour - Bom dia
    Excusez-moi - Com licença
    Pardon - Perdão / Desculpe
    Je ne parlez pas français - Eu não falo francês.
    Je suis brésilien - Eu sou brasileiro
    Parlez-vous anglais? - Você fala ingles?
    Merci Beaucoup - Muito obrigado

    Isto é mais do que suficiente para conseguir a atenção de um francês e ele só não irá falar inglês contigo se estiver muito mau humorado, o que não ocorreu comigo em nenhuma ocasião... Mas também, no verão parisiense, quem consegue ficar mau humorado?

    Bon Voyage!

    ResponderExcluir
  4. Olá gostaria de saber se vale a pena comprar o Passe de Paris. Obrigada.

    ResponderExcluir
  5. Pegando as dicas... Paris em Julho! =D

    ResponderExcluir



guias NY .PDF