16 de agosto de 2012

Chile para Mãos de Vaca - Valparaíso, este labirinto de escadas e casinhas coloridas


Distante pouco mais de 100 quilômetros de Santiago, Valparaíso é uma cidade surpreendente.

Primeiro, pela incrível paisagem urbana, suas colinas, casas coloridas e a vista para o Oceano Pacífico, que inspirou um dos seus moradores mais ilustres, o poeta Pablo Neruda.

Depois, porque em suas ruas labirínticas há uma explosão de cores e vida, de pequenos restaurantes e albergues familiares, de simpáticos cachorros de rua e de seus sempre atenciosos moradores.

Se você estiver passando alguns dias em Santiago, vale a pena dar uma esticada de um dia até Valparaíso, embrenhando-se em suas ruas e vielas confusas.

De Santiago a Valparaíso




Se você quiser economizar, você evitará os passeios turísticos vendidos no Mercado Central ou nos quiosques turísticos.

O melhor mesmo é ir por conta própria, pegando um ônibus num dos dois terminais de ônibus de Santiago, na Estación Central, desembarcando na estação Ecuador do metrô L1 (linha vermelha), ou na Estação Pajaritos, desembarcando na estação com mesmo nome também do metrô L1.

Há um ônibus atrás do outro, então você não tem de se preocupar muito com os horários.

As passagens são baratas, por volta de 10 dólares, e a viagem demora menos de 2 horas.

Já em Valparaíso, você desembarcará no Terminal de Valpa, de onde você pode tomar um ônibus ou um táxi até seu destino. A região da rodoviária é um pouco estranha, principalmente após você ter se habituado com a limpeza e segurança de Santiago.
Se você se sentir um pouco inseguro, opte por um táxi, que não sairá tão caro assim.

O que ver em Valparaíso?


Sem dúvida, o mais legal em Valparaíso é bater perna e admirar a vista desde uma de suas colinas. Para tanto, você pode pegar os ascensores, que são bondinhos sobre trilhos que transportam os moradores para cima e para baixo e custam uma bagatela (aproximadamente 50 centavos de dólar por trecho).


Se você tiver pouco tempo na cidade, a partir da região portuária, você pode pegar um ascensor para o bairro de Concepción, um dos mais característicos de Valparaíso.

Inclusive, no porto há um balcão de informações turísticas, onde você poderá arranjar um essencial mapa da cidade, o qual, aliás, não é garantia alguma que você não irá se perder por lá.


Em Concepción, há uma porção de bares, restaurantes e hospedagens, caso você deseje prolongar sua estadia em Valparaíso.


Para uma refeição num restaurante intermediário, espere gastar entre 5 e 10 dólares por pessoa.


Recomendamos um almoço no Bijoux RestoBar, um lugarzinho com uma decoração agradável e ótimos pratos de frutos do mar, na rua Abtao, entre as ruas Concepción e Templeman.

Uma manhã inteira é o suficiente para explorar bem o Cerro Concepción, depois, você pode prosseguir para outras áreas da cidade, ou até para Viña del Mar, curtir um balneário um pouco mais requintado.

Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.


2 comentários via BLOGGER
comente também
  1. Minhas dicas: 1- Os points são o Cerro Concepcion e o Cerro Alegre, bairros vizinhos e que podem ser visitados à pé (entre um e outro; pela Av. Alemania); 2- Imperdível a visita à casa do Pablo Neruda; é só perguntar como se chega ao La Sebastiana que todos indicam o ônibus (o ônibus 612 até tem uma placa na frente); 3- De cima dos morros, na Av. Alemania e na casa do Pablo Neruda pode-se ver toda a orla, numa linda vista; 4- a rua principal, que tem as propriedades tombadas pela UNESCO, chama-se Almirante Montt; descemos ela toda à pé até o mar, foi bem legal; 5- no final desse passeio todo, antes de chegar ao porto, é onde se localiza o centro comercial e financeiro da cidade (calle Cochrane Esmeralda); 6- na frente do porto tem um shopping e a entrada para o metrô (estação Merval), que liga Valparaíso a Viña del Mar; 7- o metrô não é subterrâneo, em 10min você chega à Viña (estação Miramar). :)

    ResponderExcluir



guias NY .PDF