29 de março de 2015

10 razões para ir embora do Brasil


Acho que nunca ouvi tanta gente comentando que gostaria de sair do país, pelos mais diferentes motivos: alguns estão desiludidos com a política, outros com medo da violência urbana, querem aprender outro idioma, melhorar seu currículo, ou simplesmente viver uma nova experiência.

Não importa quais sejam as suas motivações, o fato é que ninguém tem a obrigação de passar a vida inteira no mesmo lugar.
Sei que dá um medão juntar as trouxas e se arriscar num país estrangeiro, mas, se você tiver vontade, basta juntar um pouco de coragem para cair no mundo.

Abaixo, seguem 10 razões para ir embora do Brasil.

1 - Para descobrir como as pessoas são diferentes

Este planeta é extremamente diverso. Mesmo dentro do nosso próprio país, há tanta diversidade de tradições e costumes, imagine então quando você pisa fora das nossas fronteiras.
Às vezes, até países vizinhos possuem hábitos completamente diferentes dos nossos.

Morar em um país estrangeiro, mesmo que por pouco tempo, é uma lição forçada de tolerância, afinal de contas, o outsider é você. É hora de deixar todos os seus preconceitos de lado e aceitar a diferença.

Mesmo em países ocidentais com culturas muito próximas da nossa, ainda assim há sutilezas culturais que você só perceberá com o passar do tempo, e isto o treinará para compreender melhor a cultura de outros locais, principalmente se você estiver aberto e mantiver as antenas ligadas.

2 - Para descobrir como as pessoas são iguais

Aonde quer que você vá neste planeta, as aspirações são muito parecidas: as pessoas querem ser felizes, ter saúde, um lugar para morar, conforto, comida na mesa, respeito e dignidade.

Somos muito parecidos em vários aspectos e mesmo que você não entenda uma palavra do que as pessoas estejam falando, tenha certeza que elas querem ser respeitadas, independentemente de sua cor, crença, ideologia, classe social, de como se vestem ou de sua orientação sexual.

Esta constatação revela como certas discussões e brigas religiosas, as guerras e genocídios são realmente sem propósito. É uma prova de como as fronteiras são simplesmente artificiais, que a divisão não parte de uma diferença essencial entre as pessoas, mas sim de uma ilusão criada para nos separar.

Somos todos humanos, onde quer que estejamos.

3 - Para aprender outro idioma

Você pode passar a vida inteiro estudando uma língua estrangeira, mas nada substitui o contato diário e real com esta língua, falada com os nativos.
Muito do que aprendemos nas escolas de idiomas nem é usado no dia a dia, e muitas gírias ou expressões só se aprende nas ruas.

E aprender uma segunda, ou uma terceira língua fará com que seja mais fácil aprender outras línguas depois. Quando você se der conta, já sabe se comunicar, ou fingir que sabe, em umas 10 línguas diferentes.
Sem contar que, na pior das hipótetes, dá para gesticular. Mas cuidado, pois os gestos também não são universais! O que é vale no Brasil, pode ser ofensivo em outro país!

4 - Para cortar as raízes

Não há nada de errado em ser apegado à família ou à sua terra-natal, mas ficar um tempo distante lhe dará independência e também uma sensação de liberdade.
Caminhar pelas ruas de uma cidade na qual você não conhece ninguém pode ser um pouco assustador, mas é também muito estimulante.

Você constatará que consegue fazer muito mais sozinho do que imaginava ser capaz.

5 - Para ver o mundo por uma outra ótica

É ótimo ter conforto, mas também é muito fácil se acomodar.

Quando você se muda para outro país, onde até alugar um apartamento pode ser um desafio, você se vê obrigado a enxergar tudo por uma nova perspectiva.
Descobre que qualquer trabalho é digno; descobre que precisa de muito menos do que imaginava; aprende a se desapegar do material, mas também de pessoas que não lhe acrescentam nada de bom.

Quase tudo pode ser relativo, dependendo de como você observar.

6 - Para descobrir quem você realmente é

Às vezes é preciso ir muito longe para se encontrar.

Algo que você descobre quando mora fora é que frequentemente os limites são autoimpostos. É claro que há uma pressão da sociedade, mas é mais a vergonha do que os outros vão pensar da gente que nos amarra.

Quando você está cercado por desconhecidos, não precisa provar nada para ninguém, então pode fazer o que bem entender e ser quem quiser.

7 - Para dar valor ao que perdeu

Falamos (ou pensamos) tão mal do nosso país, que nem nos damos conta das suas qualidades.
Temos um povo extremamente simpático, uma comida excelente e uma maneira otimista de encarar a realidade.
Sem contar as saudades da família e dos amigos, de pequenos hábitos que são tão tipicamente nossos.

Não é o melhor lugar do mundo, mas também está longe de ser o pior.

De vez em quando, é preciso estar longe para ter uma visão melhor da nossa própria realidade, das nossas qualidades e dos nossos defeitos.
Agora, alguns, quando ficam muito tempo no exterior, acabam também vendo qualidades que nunca existiram...

8 - Para ter histórias para contar

A vida cotidiana nos proporciona tranquilidade e estabilidade. Alguns dizem: quando eu me aposentar, então vou aproveitar a vida.
Mas o oposto também pode ser verdadeiro; é possível aproveitar a vida sem ter de bater o cartão-ponto todas as manhãs.

Em outros países, também há rotina, mas você passará por tantas situações diferentes/engraçadas/constrangedoras/curiosas, que sempre terá uma porção de histórias para contar a seus amigos.
Pois a vida no exterior é sempre uma surpresa e um aprendizado constantes, seja como pronunciar ou saber o sentido de uma palavra desconhecida, conhecer alguém de um país que você nunca ouviu falar antes, fazer um trabalho que jamais imaginou que faria, ou se enveredar por becos e igrejas milenares, ou praias paradisíacas e desertas.
Quando se está fora de sua zona de conforto, há uma certa predisposição para mergulhar no desconhecido e aproveitar ao máximo o que houver para se desfrutar.

9 - Para superar seus limites


"Não sei."
"Não posso."
"Não consigo."

Estas são frases que você tem de esquecer de falar quando está no exterior, primeiro, porque você, como imigrante, provavelmente estará na base da sociedade, ou seja, terá de fazer o que der.
Então, é nesta hora que você realmente descobrirá que pode muito mais do que pensava, e que é capaz de aguentar muito mais porrada do que imaginava.

Pois tudo dependerá apenas de você. Muitas vezes, não haverá ninguém para lhe estender a mão e levantá-lo. Terá de limpar as lágrimas do rosto e tentar mais uma vez, pois não há outra opção.

10 - Para viver sem medo

Todos os nossos atos visam criar um muro de segurança ao nosso redor: a casa, o concurso público, o carro, a poupança.
Pensamos que estaremos protegidos quando os golpes da vida nos atingirem.

Entretanto, quando você vai embora, percebe como todas estas precauções são frágeis, pois nós, seres humanos, somos extremamente frágeis também.
A vida não se trata do que você tem, mas do que você faz, de quem conhece, do que sente, do que ganha e do que perde, de como será lembrado.

Nesta hora, você perde muito do medo, tanto do futuro quanto do presente.
Um dia após o outro. Um passo após o outro.
E assim vivemos, seguindo adiante, rindo e chorando com os altos e baixos.


Você certamente pode aprender tudo isto sem pôr o pé para fora da porta de casa, mas um ambiente estranho é um baita empurrão.
Se você se empolgou com a ideia, confira também o nosso vídeo "O Fundamental para quem quer sair do Brasil"




Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.


10 comentários via BLOGGER
comente também
  1. Excelente artigo...

    Parabéns.

    Fernando
    www.batevoltaviagens.com.br

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com o ótimo texto!

    ResponderExcluir
  3. Podem me falar o nome da loja de móveis que vocês falaram no vídeo, não entendi. Muito obrigada por todas as dicas! Fiquem comDeus! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elaine, o nome da loja é IKEA http://www.ikea.com/. Buena vibra =)

      Excluir
  4. Meu grande sonho sempre foi morar fora. Não tem como eu concordar mais com o texto hahaha

    ResponderExcluir
  5. Vou aproveitar esse post sensacional. Estou mesmo querendo me mandar daqui. As coisas não estão fáceis ;///
    Infelizmente...pois gosto muito do Brasil, meu querido país.

    ResponderExcluir
  6. Olá gente, adorei a matéria, Com certeza será de grande utilidade as dicas passadas por vcs.Não achei o endereço do site que vcs citaram...naodeu? Poderiam me informar.
    Grata. Jesse

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Facebook deles: www.facebook.com/maosdevaca

      Site para comparar custo de vida etc..

      www.numbeo.com

      Excluir
  7. Excelente video, super realista e ajuda muito quem esta pensando em sair do país. Obrigada!

    ResponderExcluir



guias NY .PDF