10 de abril de 2014

Easyjet, uma low-cost sem muitas frescuras


O mais legal de se viajar na Europa é que, além das distâncias serem curtas, há muitas opções econômicas de transporte.
Por incrível que possa parecer, às vezes pegar um voo entre grandes cidades sai muito mais em conta do que seguir por via terrestre. E é bem mais rápido também.

Quando falamos de preços, é muito difícil bater as promoções da Ryanair (leia mais sobre a empresa aérea da boiada aqui), porém há todo um estresse na hora da bagagem e todas as milhares de taxas que eles querem socar goela abaixo do passageiro. Há também as comissárias de bordo mal encaradas, a correria para pegar um assento e outros pequenos inconvenientes que surgem em cada voo.

Se a sua experiência com a Ryanair não foi das melhores, então está na hora de considerar seriamente a empresa aérea Easyjet, com preços igualmente tentadores, mas sem todas as frescuras da concorrente.
Cada passageiro pode levar uma bagagem de mão sem limite de peso, somente com especificações de tamanho. Se couber no bagageiro, não importa se está levando uma bigorna na mala.

Todo o processo de embarque é muito mais simples. Se você houver feito o check-in online, não há necessidade de passar no balcão, mesmo não sendo europeu. Basta chegar no portão de embarque e entrar.
Os tripulantes são muito mais simpáticos também, mas assim como em outras low-cost, se quiser comer ou beber qualquer coisa, mesmo que seja água, é preciso abrir a carteira, e não é nada barato. Por outro lado, não há a feira livre da Ryanair, vendendo cigarro eletrônico, bilhete da loteria e tudo o mais.


Pagamos 33 euros por pessoa entre Madri e Genebra com a Easyjet e foi um voo tranquilíssimo. Em 1 hora e meia já estávamos na Suíça. Se fôssemos de trem, por exemplo, seria pelo menos umas 20 horas de viagem, com várias trocas e custando algumas centenas de euros no final.
Já no trecho de volta, de Berlim a Madri, um funcionário invocou com a gente e quase nos fez perder o voo por causa das especificações de bagagem, mas isto é um dos contratempos que você sempre corre o risco quando se depara com gente que acordou com as ovas viradas e resolveu atazanar os passageiros.

Se você precisa chegar rapidamente a seu destino, gastando pouco e sem muitos percalços, a Easyjet é uma companhia para se levar em consideração.

Easyjet
http://easyjet.com/

Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.


5 comentários via BLOGGER
comente também
  1. Tenho uma amiga portuguesa que sempre usa os serviços da Ryanair. Ela nunca se queixou, mas as dicas são muito úteis. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Eu e minha esposa tivemos uma experiencia coma EasyJet, fomos da França para a Suiça e da Suiça para a Italia no final de 2012 com esta companhia, valeu muito a pena, eles realmente entegam o que prometem, bons preços e serviço enxuto, pra quem quer economizar vale muito a pena!

    ResponderExcluir
  3. Minha experiência com a Ryanair foi das piores. Péssimo atendimento; muita burocracia; paguei mais por despachar minha mala, que pela passagem; a companhia não aceita o pagamento da bagagem em dinheiro; o piloto ria durante as instruções; decolagem e pouso terríveis. Em fim, agradeci a Deus por chegar viva a Valencia...

    ResponderExcluir
  4. Eu sou fã da Easyjet, viajo sempre com eles. Ultimamente as empresas aéreas low cost aqui na Europa mudaram muito, inclusive a própria Ryanair deu uma enxugada na imagem e aboliu muitas das regras sem cabimento que tinham. A Easyjet, por outro lado, não precisou mudar muita coisa, já que sempre foi bem pé-no-chão e sem frescuras mesmo! :-)

    ResponderExcluir
  5. Já usei várias vezes a Easyjet e realmente é uma empresa de baixo custo e atendimento razoável, mas CUIDADO com as bagagens de mão porque como todas as companhias low cost são muito exigentes com o tamanho da sua bagagem sem exceção e também muito cumpridores dos horários, sem esperar ninguém, mas eu tive uma PÉSSIMA experiência com eles, quando num voo de Paris a Londres perderam uma de minhas malas despachadas e ai descobri que a EasyJet praticamente não tem funcionários, todos são terceirizados portanto ninguém me ajudou, nem se responsabilizaram pelo extravio me dizendo que tinha que entrar em contato diretamente com a Easyjet e que eles não eram funcionários da empresa. A minha mala nunca apareceu !!

    ResponderExcluir



guias NY .PDF