13 de outubro de 2013

Não se perca mais em Madri: como utilizar o metrô?


Como ocorre com muitas das cidades históricas européias, nem sempre é muito fácil se orientar pelas ruas irregulares de Madri.
Por isto que um bom mapa e indicações precisas de como chegar a seu destino são essenciais para evitar se perder demais e, consequentemente, desperdiçar também o curto tempo de sua viagem.

Para quem vai pela primeira vez à capital espanhola, as várias opções de transporte, a intrincada rede de metrô, as confusas ruas do centro histórico, podem ser bastante intimidadoras.
Contudo, com um pouco de prática e senso de direção, é muito fácil aprender como se movimentar pela cidade.

Metrô

A opção mais óbvia e rápida de transporte em Madri é o metrô.
A malha é imensa, com 12 linhas e 238 estações. É a segunda maior rede de metrô da União Européia (atrás somente da de Paris) e poderá levá-lo a quase qualquer parte da cidade e da região metropolitana.
Dependendo de onde você estiver hospedado, o negócio é se familiarizar bem com as linhas que precisa usar para ir e voltar do Centro.

(Clique na imagem para ampliá-la)

Para orientar-se bem nas linhas de metrô você precisa saber em qual estação de metrô você está e para qual vai.

Simulação 1
Vamos supor que você esteja na estação de trens de Atocha (uma das portas de entrada e saída de Madri) e queira ir até a Plaza de España.
A estação de metrô referente à estação de trens de Atocha é, na linha 1, azul clara, Atocha Renfe.
Procurando no mapa, você vê que passa pela estação Plaza de España as linhas 10, azul escura, e a 3, amarela.
O que você deve fazer, a princípio, é pegar o metrô da linha 1, azul clara, no sentido Pinar de Chamartín, com duas opções de conexão:

1 - trocando na estação Tribunal para a linha 10, azul escura, no sentido Puerta del Sur, ou
2 - trocando na estação Sol para a linha 3, amarela, no sentido Moncloa.

Simulação 2
Você desembarcou no Aeroporto de Barajas e quer ir de metrô até o Sol, a praça principal de Madri.
Se você estiver chegando do Brasil com a Iberia, há grandes probabilidades de desembarcar no terminal 4, isto é, na estação do metrô Aeropuerto T4.
Para quem pega o metrô no aeroporto, vale lembrar que a tarifa do metrô é um pouco mais cara, pois além de o metrô ter preços por zonas (quanto mais distante for a viagem, mais caro), ainda precisa pagar um suplemento, custando no total 4,50 euros; mesmo assim é muito mais em conta do que ir de táxi.

A linha que passa no aeroporto, tanto no terminal 4 quanto nos terminais 1, 2 e 3 é a linha 8, rosa. Basta pegá-la no sentido Nuevos Ministerios.
Para chegar à Puerta del Sol, você precisará fazer duas trocas e, nesta situação, você tem uma porção de escolhas (basta ver o emaranhado no mapa para perceber isto).

A opção mais fácil é:
1 - desembarcar na parada final da linha 8, Nuevos Ministerios,
2 - trocar pela linha 10, azul escura, no sentido Puerta del Sur, desembarcando na estação Tribunal,
3 - trocar pela linha 1, azul clara, no sentido Valdecarros, desembarcando no Sol.



Preço

O bilhete individual do metrô custa 1,50 euro para a Zona A (você dificilmente irá para outras regiões, excetuando no caso do Aeroporto).
Se você comprar um passe com 10 viagens, o preço é de 12,20 euros, ou seja, tem um descontinho.

Abono turístico

Outra opção interessante, neste caso se você souber que terá de usar o metrô, o ônibus, os trens Cercanias e todas as demais opções de transporte de Madri várias vezes durante sua estadia, é comprar um abono turístico diário (individual, ou seja, não pode ser usado para várias pessoas).
A vantagem é que você poderá usar os sistema público quantas vezes quiser naquele intervalo de tempo.

Preços
1 dia - 8,40 euros
2 dias - 14,20 euros
3 dias - 18,40 euros
5 dias - 26,80 euros
7 dias - 35,40 euros

No entanto, este passe só compensa se você for usar muito o transporte, senão é melhor comprar o passe com 10 viagens, pois, se você usar para ida e volta, dará tranquilamente para 5 dias.

Todas estas opções de linhas e preços podem parecer bastante complicadas no começo, mas depois que você se habitua a ver onde está, para onde vai, e quais linhas estão conectadas, na prática acaba sendo fácil.

De qualquer modo, caso fique na dúvida, há sempre funcionários nas estações para pedir informação, ou pergunte a algum dos passageiros, de preferência que tenha cara de residente, e não de turistas.

A única desvantagem do metrô é que pode ficar bastante cheio em certos horários e nas proximidades das áreas turísticas.
Além disto, é bom ficar sempre de olho na bolsa e na carteira, pois turista é prato cheio para os punguistas.

Site oficial do Metrô de Madri
www.metromadrid.es


2 comentários via BLOGGER
comente também
  1. Olá, site interessante o de vcs. Uma dúvida: o bilhete 10 viagens tb vale para os ônibus e trem Cercanias?

    ResponderExcluir



guias NY .PDF