11 de março de 2013

Mãos de Vaca na Mídia - Veja SP



Agência ou viagem por conta própria? Os prós e contras de cada opção
Saiba qual é a escolha mais adequada para cada tipo de turista e estilo de passeio


AGÊNCIA DE VIAGEM
(...)


CONTRAS

Toda comodidade vem com um custo e isso não muda nas férias organizadas por meio de uma agência. "Um dos motivos de planejarmos sozinhos é que podemos pesquisar com calma, esperar por melhores preços, optar por hospedagens alternativas, como hostels. No fim, conseguimos um valor bem barato", compartilha Henry Alfred Bugalho, autor do blog Viagens para Mãos-de-Vaca, que viaja pelo mundo na companhia de Denise Nappi, também autora do blog.
Outro alerta é que algumas empresas trabalham somente com hotéis a partir de determinado número de estrelas. Isso, naturalmente, encarece a estadia.
Se o idioma for uma barreira ou se a pessoa simplesmente não gosta de viajar sozinho, o pacote tradicional é a solução. O "porém" é que existem horários e roteiros a serem seguidos, o que pode deixar o passeio um pouco menos flexível.

DICAS

Para gantir valores mais simpáticos, é bom procurar as agências com antecedência, o que aumenta as chances de economia.
Se a pessoa já realizou algumas viagens com determinado agente, este pode entrar em contato para oferecer pacotes promocionais. "Minha mãe viajou para outros países pagando realmente pouco porque o agente entrou em contato sobre uma promoção", conta Henry, do Viagens para Mãos-de-Vaca.
(...)


POR CONTA PRÓPRIA
PRÓS
(...)
A flexibilidade de horário é outro atrativo. O casal responsável pelo Viagens para Mãos-de-Vaca, por exemplo, tem um ritmo mais tranquilo e, por isso, sempre opta por esquematizar sozinho a viagem. "Às vezes, no meio do dia, você decide fazer uma pausa ou visitar um endereço que não estava programado inicialmente. Gostamos de passear sem pressa de cumprir um cronograma", diz Henry Alfred.

Quando o assunto é o bolso, as vantagens também são grandes. Melhor ainda é se o indivíduo dispõe de uma agenda maleável, podendo embarcar no meio da semana, quando os preços das passagens aéreas caem. Organizando tudo por conta própria, o viajante pode selecionar estadias mais simples e baratas, como o hostel. Quem for desbravar o mundo em grupo, pode alugar um apartamento e dividir o custo com os amigos.
Se um dos impedimentos para decolar sozinho é a falta de companhia, Henry garante que isso não é um problema. "Quando fui para o Peru, conheci um casal muito simpático e ficamos conversando por um bom tempo."

CONTRAS
(...)
Um dos problemas pode ser a hospedagem. Apesar dos sites de aluguel de apartamento ou mesmo hotéis mostrarem fotos, nem sempre o local é como na fotografia. "Fico de olho nos comentários de quem já passou pelo lugar, mas uma vez em Montevidéu me dei mal. O lugar era péssimo, mas os comentários na internet eram super elogiosos", alerta Henry.
(...)

Reportagem publicada na Veja SP em 10 de março de 2013

Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.

Postar um comentário



guias NY .PDF