1 de setembro de 2013

Nova York é a cidade dos táxis, mas não caia nesta furada

Táxis Nova York


Nova York é a cidade dos táxis. Deve haver um para cada habitante, senão mais.
Porém, não há justificativa para você, que veio com muito ou pouco dinheiro, pegue um.

- Mas eu estou atrasado para um compromisso! - você pode alegar.

Está atrasado, meu amigo?
Vá de trem!

O trânsito em Manhattan não chega a ser o extremo de caótico, porém, em alguns horários do dia, certas ruas se tornam intransitáveis. Ou é um caminhão de mudanças descarregando, ou é o Corpo de Bombeiros dando um show com suas buzinas, ou é uma ambulância, ou a rua está fechada para reformas, enfim, um dos milhares de eventos corriqueiros desta cidade maluca.

Outro fator que atrasa os automóveis: sinais de pedestres.
Em Manhattan, quase todas as ruas (senão todas) possuem sinais para pedestres.

Isto é ótimo, quando se é pedestre; principalmente porque em Nova York, ao contrário do Brasil, os motoristas param quando alguém está cruzando a rua.
Mas qual é a relação entre sinais de pedestres e a lentidão dos táxis?

Quando o sinal se fecha para os carros numa avenida, ele se abre para os carros das ruas que cruzam, para isto não há segredo. Porém, o sinal de pedestre se abre, ao mesmo tempo, para quem pretende atravessar a avenida e, como todo mundo é muito educado, os carros que estão vindo das ruas são obrigados a esperar. Ou seja, o semáforo se abre tanto para os pedestres quanto para os carros.
Em cruzamentos mais movimentados, às vezes, apenas um ou dois automóveis conseguem virar. Se o seu táxi for um dos que não conseguiram, lá está o taxímetro rodando!

Além disto, como a maioria dos motoristas não é de americanos e que mal falam inglês, eles podem entender as indicações erradas e você saberá se ele está seguindo outro caminho quando for tarde demais.


As tarifas do táxi não são caras. O taxímetro começa em U$ 2,50, e adiciona 50 centavos por cada quinto de milha ou por minuto, caso o carro não esteja em movimento. Se você fizer uma corrida longa, partindo da rua 14 até a 86, o táxi custará, em média, uns 15 dólares com a gorjeta (nunca se esqueça dela!). Por isto, os taxistas são bastante seletivos.
Em Nova York, não existe ponto de táxis ou rádio-taxi como no Brasil, o único jeito para se conseguir um é estendendo o braço para os que passam ou assoviando, a la Superman. No entanto, nada mais comum do que um táxi parar e, mesmo após você houver sentado e se acomodado no banco traseiro, ele lhe perguntar para onde você está indo. Se for um lugar muito longe, o taxista lhe pedirá para descer, dizendo-lhe que ele não está indo para aquela direção.

Por quê?

Como a tarifa é baixa por milhagem rodada, para eles é muito mais vantajoso pegar cinco passageiros diferentes que estejam indo a uma distância de 7 ou 8 quadras e, para tanto, receber 5 dólares de cada (que dá um total de 25 dólares), do que pegar um passageiro somente que rodará a cidade inteira e não lhe pagará nem 20 dólares.
Os motoristas paquistaneses podem ser antipáticos, mas não são nada burros.

Aqui há uma calculadora de tarifas, basta incluir o ponto de partida e de destino para ter uma noção aproximada de quanto custa a corrida em horários de pouco ou muito movimento.
www.taxifarefinder.com/main.php?city=NY

Táxis Nova York

Outro grande dilema ao se pegar um táxi são os fura-filas.
Você está na esquina, com o braço estendido há quase meia hora, de repente, vem um espertalhão atrás de você, estende o braço, um táxi para e o bonitão vai embora, todo faceiro. Você descobrirá rapidamente que não há respeito a filas em Nova York, nem no ônibus, nem para entrar em metrô. Só se respeita fila se for para ir ao banheiro.

Atualmente, todos os táxis amarelos possuem GPS e aceitam cartão de crédito, assim fica bem mais difícil de ser enganado, principalmente se você tiver alguma noção para onde, no mapa, você está indo.

Não se surpreenda se você estiver chamando um táxi, daqueles amarelinhos famosos, e um carrão preto parar para você. Não é o FBI querendo dar-lhe uma prensa. Além dos táxis amarelos há também os Lincolns pretos, que são táxis de luxo e com tarifas bem mais salgadas. Evite-os a todo custo!

Por fim, o que vale é o bom senso. Você trouxe vinte malas e o cachorro? Nem tente ir do aeroporto JFK com toda esta bagagem no trem. Mas se você estiver com uma mochilinha e a câmera fotográfica, arranje logo seu METROCARD e esqueça que existem táxis em Manhattan.

Site oficial da NYC Taxi & Limousine Comission
www.nyc.gov/html/tlc/html/home/home.shtml

Importante: favor ler as Perguntas Frequentes - FAQ.


25 comentários via BLOGGER
comente também
  1. Obrigado Henry Bugalho pelas suas palavras! Já agora onde fica essa cidadezinha chamada Bugalho?
    Abraços,
    Victor

    ResponderExcluir
  2. Rapaz..
    Muito bom seu BLOG...Parabéns !!

    Alguns temas para novas dicas....
    -> dicas sobre as igrejas de música Gospell;
    -> dicas sobre andar a noite e a pé - onde e como ir e onde não ir;
    -> dicas sobre os bares e pontos de paquera;
    -> dicas sobre passear no Central Park - hora de ir e de não ir, alugar bicicletas e cavalos e o famoso passeio de charrete..

    No mais siga este caminho que está muitíssimo bem trilhado...Sou Agente de Viagens e eu mesmo irei utilizá-lo como ferramenta.

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por suas sugestões, algumas delas já estão programadas para aparecerem por aqui num futuro breve, outras foram anotadas. Além disto, sempre estou descobrindo lugares novos por aqui e, quando for interessante e barato, com certeza também aparecerá no blog.

    Abraços e obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  4. Olá, moramos no Rio e depois de viajarmos para Orlando e Califórnia com nossos filhos, chegou a nossa vez, vamos passar 9 dias de setembro em NY... SOZINHOS!!! Queremos dicas sobre as igrejas de música Golpel, musicais da Broadway e sobre as Small Claim Courts (localização, horários de visita e possibilidade de assistir as audiências). Muito legal o seu blog, o seu livro é vendido no RJ? Ah, vamos chegar no dia 07, como estará o tempo? Qual o tipo de roupa/sapato que devemos levar? Abraços, Adriana

    ResponderExcluir
  5. Estou indo à NY na próxima semana. Chegarei no Newark Airport e ficarei na Times Square. Você poderia me indicar o meio mai fácil de chegar no hotel? Obrigado. (alessandrosan@pop.com.br)

    ResponderExcluir
  6. O blog é ótimo. Estou indo no dia 26 de dezembro e preciso de dicas para passeios no frio. Já estive lá no verão. O que fazer agora?
    Agradeço
    Maria Nina

    ResponderExcluir
  7. Muito bom seu blogg. Obrigado pelas dicas. Fiquei com uma dúvida: existe algum limite usual para o número de passageiros que um táxi saindo do JFK leva? Caso sim, qual a melhor maneira para 4 pessoas (uma família) sair do aeroporto para Manhattan? Valeu !!!

    ResponderExcluir
  8. Olá Henry!
    Você escreveu que é mais vantajoso p/ o taxista rodar um trajeto pequeno e cobrar $5 de cada passageiro. Os táxis aí em NY cobram por pessoa? Eu pensei que cobrassem tarifa fixa, do taxímetro (+ gorjeta, é claro!)
    Ano passado fui a Buenos Aires com meu esposo e, na 1a vez que pegamos um táxi, o motorista falou o preço... já ia estendendo-lhe a nota quando ele disse que aquele preço era "cada uno". Assim, pagamos em dobro. Quando pegamos outro táxi, o novo motorista disse que o colega anterior tinha nos roubado - que o que valia era o preço do taxímetro.
    Temos que sempre ficar de olho nesses 'espertinhos'.
    Abraços!
    Agda

    ResponderExcluir
  9. Oi, Agda.

    Eu nunca vi nenhum caso de taxista cobrar por passageiro aqui em NY.
    O preço é do taxímetro, por isto, é melhor para eles cobrarem corridas curtas e rápidas, que dará mais dinheiro em menos tempo, do que corridas longas e que, no final, nem ficarão tão caras.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Olá Henry,

    Tem algum perigo pegar taxi a noite em NY. Por exemplo, apos um espetaculo da Broadway? Fico pensando se eles sao tao "espertinhos" como os taxistas de Buenos Aires.

    Obrigada,
    Shima

    ResponderExcluir
  11. Em maio irei à N.Y. com meu marido edois filhos jovens.Como consigo me deslocar do aeroporto para hotel e deste para aeroporto por um preço razoavel.Aqui do RJ vimos preços caríssimos:140 dólares transfer ou 40 por pessoa.
    Um táxi é mais barato? É seguro pegar onibus?
    Obrigada desdejá pela ajuda,Lilian

    ResponderExcluir
  12. Estou adorando o blog, você está de parabéns. Tenho uma dúvida, aqueles táxis minivan comportam 5 passageiros? E os táxis comuns, aceitam até quantas pessoas por carro?

    ResponderExcluir
  13. Denise, Henry, vcs mandam muito bem, esse Blog é fantástico... Se me permitem, gostaria de perguntar umas coisinhas: dá pra comprar chip de celular em NY? Outra, em fast-foods como Mc Donalds tmbm precisa dar gorgeta? Se puderem respoder eu agradeço muito, se não, tmbm está ótimo, esse trabalho de vcs já é o máximo e sei que deve dar bastante trabalho. Parabéns, e muita paz e saúde aos dois. Um abraço, Querino. (lucinei.querino@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  14. gente eu ja acho ao contrario, indicaria sim pegar táxi em ny, rachando sempre, é claro! para qualquer lugar que eu ia, com 3 ou 4 pessoas no táxi, nao dava mais que 5 dolares! e o metro, pelo ao menos para mim, era muito complicado! enfim, vai de cada um né? mais eu indico!

    ResponderExcluir
  15. Vou do La Guardia para um hotel no Queens que fica a umas 13 milhas de distância. Eu e mais 2 pessoas, cada um com sua mala. Seria melhor um taxi? O google maps tem a opção de mostrar o trajeto com transporte público, e isso significa pegar ônibus+trem+metrô, o que lega 1 hora e 35 minutos!

    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  16. Henry, você sabe dizer até quantas malas média/grande um taxi em NY consegue transportar (aeroporto-hotel e hotel-aeroporto)?

    ResponderExcluir
  17. Adorei, vcs estã0 de parabéns,
    obrigada vai swr muito util.

    ResponderExcluir
  18. Henry,
    Beleza? Um táxi do LaGuardia até o Empire State Building sairia mais ou menos em quanto? Vale mais a pena que um shuttle para duas pessoas? Valeu!

    ResponderExcluir
  19. Ah, mas tarde da noite (sem trânsito e sem pedestres, voltando de um restaurante por ex.), compensa muito pegar um táxi e economizar o seu tempo! Pq os metrôs tb estão com circulação reduzida e esperar um tempão na plataforma não é nem um pouco agradável!

    ResponderExcluir
  20. Henri e Denise, apesar de ser repetitivo, gostaria de parabenizá-los pelo Blog. De longe, o mais útil.

    Deixe-me fazer uma pergunta rápida: Estarei hospedado na West 44th Street, com muitas bagagens minhas e da esposa, tentando chegar ao JFK.

    Qual a melhor opção? Lincolns pretos ou os clássicos yellow cabs? Existe algum outro tipo de transport até lá que vocês recomendem?

    E caso opte pelos Lincolns pretos, como é feito o pagamento? Combina-se um valor ainda no hotel (e paga-se uma taxa para o funcionário do hotel que chamá-lo) ou existe um taxímetro rodando até lá? E seria melhor procurar pessoalmente pelos mesmos na rua?

    Muito obrigado pela ajuda!

    ResponderExcluir
  21. Como faço pra ir do Aeroporto JFK até Chinatown .

    ResponderExcluir
  22. Eu fui a ny em 1012 e amei o guia, o metro e facil, rapido e seguro. Na volta como estava com muita bagagem peguei um shuttle. Queria um guia para o Panma. Por favor pensem nisso.Bjs

    ResponderExcluir
  23. O blog é otimo. Informacao perfeita. Mas algo ja mudou aqui com relacao ao que diz selecionar passageiro. Os motorista sao obrigados a atender o passageiro onde quer que va. Isto pode ser visto na tv que fica orientado ao passageiros. Caso o motorista nao pare ou recuse ate atender. Vc liga para o 311 e anote o # do taxi e faça denuncia.

    ResponderExcluir
  24. Só adicionando uma informação: existem sim bases de taxis em NYC, mas isso só pessoas que moram lá ou que sempre vão para lá sabem.
    São as companhias/bases de bairros que você liga e pede os carros.
    São taxis, com taximentro e tudo mais.

    ResponderExcluir
  25. Como faço fazer pra ir do jfk pro hotel ...os transfers São caríssimos...alguém pode me dar dicas

    ResponderExcluir



guias NY .PDF